Crónica Petricor

O Fenómeno

O quadro acima é do maravilhoso pintor Carlos Farinha e intitula-se “O Fenómeno”. Segundo ele, porque um beijo é sempre um “fenómeno”. Fê-lo em 2017 e eu tive a sorte de o comprar, trazido ao colo por outro grande amigo, o João Gavinhos, de uma exposição em Madrid. Mal sabia o Carlos que ainda faria mais sentido nestes tempos pandémicos, em que um beijo e um abraço se tornaram raros, um fenómeno. Vejo-o todos os dias na minha sala e faz-me sorrir, principalmente nestes tempos de confinamento.
A semana passada também ouvi uma entrevista com o magnífico psiquiatra Vítor Cotovio que falava sobre o impacto da pandemia na saúde mental dos portugueses e sobre a fadiga pandémica (vale a pena ouvir em https://www.rtp.pt/play/p8241/e523925/grande-entrevista )

Tenho pensado muito neste nosso equilíbrio mental e como acho que estamos todos a passar tempos desafiantes, resolvi que hoje a minha crónica é mais uma partilha de algumas possibilidades de ajuda, numa perspetiva de contribuir, de alguma forma, para um maior bem-estar nosso e dos nossos.

Acho mesmo que temos a obrigação de nos “monitorizarmos” uns aos outros, na saúde física e mental. Sabemos que as perturbações de saúde mental atingem não só a pessoa que as sente, física e emocionalmente, como têm um impacto em múltiplas esferas, das relações com a família, colegas e amigos, ao trabalho. Mas se, para uns, recorrer a um apoio psicológico pode ser tão natural como recorrer ao oftalmologista (mesmo tendo em conta que a saúde mental é sempre mais cara e inacessível do que todas as outras esferas da saúde que estão cobertas pelo SNS), para outros, este é ainda um passo difícil.
Sabemos também que, neste enquadramento pandémico, todos os países têm sentido um aumento de várias patologias desta natureza, da ansiedade à depressão, e a maior parte dos sistemas nacionais de saúde não têm capacidade para responder a este crescimento de doenças do foro psicológico.

Assim, abaixo encontram:

  • Uma lista de vários tipos de apoios psicológicos disponíveis – já existentes ou criados durante a pandemia. Muitos oferecem uma consulta por telefone, outros possibilitam a marcação de uma consulta por videoconferência ou mesmo presencial. São quase todos gratuitos.
  • Documentação de apoio realizada por profissionais da área e organizações nacionais e internacionais de saúde.
  • Hiperligações para artigos de jornal relacionados com o tema saúde mental, pandemia e confinamento.
  • Hiperligações para podcasts relacionados com o tema saúde mental, pandemia e confinamento.

Espero sinceramente que esta fase difícil passe o mais rapidamente possível, sem sequelas físicas ou mentais para todos nós.  Que façamos todos a nossa parte com as “ferramentas” que temos. Com toda a certeza valorizaremos, depois, ainda mais, a possibilidade de estarmos juntos.

Até lá cuidem-se e cuidem dos vossos. Sem medos de recorrer a ajuda quando for necessária.

Abraço-vos.

P.S. Nos apoios psicológicos abaixo identificados incluí o Gabinete de Psicologia do Município de Oleiros. Haverá outros de outros concelhos e regiões. Se vos fizer sentido, acrescentem-nos nos comentários a esta crónica.

APOIOS PSICOLÓGICOS:

Linha SNS 24: Governo e Ordem dos Psicólogos
A linha está disponível desde o dia 1 de abril 2020 e dirige-se à população em geral. Conta com 63 psicólogos e pretende dar resposta a situações de “ansiedade, angústia e medo”, bem como “reforçar o sentimento de segurança da população e dos cuidadores”. O serviço resulta de uma parceria entre os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, a Fundação Calouste Gulbenkian e a Ordem dos Psicólogos Portugueses.
Contacto: 808 24 24 24.

Escutatório – Linha de Apoio Psicológico
Linha de apoio psicológico da Fundação S. João de Deus, gratuito para a comunidade.
Contactos: 96 707 2421
92 410 1462
96 196 2818
Dias úteis: 10:00 às 12:30; 14:00 às 17:30

Sociedade Portuguesa de Psicanálise
A funcionar desde o dia 25 de março, a linha de apoio psicológico da Sociedade Portuguesa de Psicanálise (gratuita, confidencial e com cobertura nacional) dirige-se à população, mas também aos profissionais de saúde. A ideia, conforme explicou a presidente à Lusa, Luísa Branco Vicente, é “ouvir, conter, devolver, para tranquilizar as pessoas”, que estão “muito aflitas e ansiosas com a situação que estamos a viver”. Disponíveis para ouvi-las estão cerca de 60 psicólogos, psicanalistas, psiquiatras e pedopsiquiatras.
Contacto: 300 051 920
Horário: dias úteis das 8h00 às 24h00

Santa Casa da Misericórdia de Lisboa – ACALMA
Neste caso não se trata de uma linha de apoio psicológico, mas de uma plataforma (acalma.online) a que qualquer pessoa pode aceder, de forma gratuita, e marcar uma consulta de psicologia por videochamada. O objetivo do projeto lançado esta sexta-feira pela Casa do Impacto, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, é “combater as dificuldades decorrentes do isolamento social e incerteza face ao futuro”, lê-se em comunicado.
Site: https://acalma.online/

Linha Conversa Amiga
Serviço de atendimento telefónico que presta apoio psicológico da Fundação INATEL aberto à população em geral.
Contacto: 808 237 327 | 210 027 159
Horário: dias úteis das 15h00 às 22h00 | fins de semana das 19h00 às 22h00

Associação AMARA
“Não se trata de uma simples linha de apoio”, esclarece-se desde logo. Quem telefona para a linha telefónica disponibilizada pela AMARA (fundada em 2003) “é acompanhado pelo tempo que for necessário, nos termos e horários a determinar entre a pessoa acompanhada e o voluntário”. A linha destina-se a “pessoas idosas, pessoas sós, familiares longe dos seus entes queridos internados, profissionais de saúde, profissionais sob muita pressão, pessoas em luto”.
Contacto: 962 730 796 | 913 361 008
Horário: das 9h00 às 18h00

SOS Voz Amiga
A linha de apoio SOS Voz Amiga não foi criada agora, antes pelo contrário. Trata-se de mais antiga linha telefónica de prevenção do suicídio em Portugal. É disponibilizada ajuda a “todos aqueles que se encontram em situações de sofrimento causadas pela solidão, ansiedade, depressão ou risco de suicídio”. As chamadas são anónimas.
Contacto: 213 544 545 | 912 802 669 | 963 524 660
Horário: todos os dias das 16h00 às 24h00

Fundação Nossa Senhora do Bom Sucesso
Destina-se também à comunidade em geral e está a funcionar desde o dia 23 de março. A linha de apoio psicológico da Fundação Nossa Senhora do Bom Sucesso, em Lisboa, é gratuita e pretende dar resposta a situações de “ansiedade” e ajudar a “lidar com o “isolamento social”, explica a fundação, que tem uma psicóloga a assegurar esse serviço. Contacto: 211533854
Horário: dias úteis das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

“LISBOA liga-te”: Câmara Municipal de Lisboa (CML)
Linha telefónica de atendimento psicossocial, com o nome “Lisboa Liga-te”, para dar uma resposta aos problemas de saúde mental criados pela pandemia de covid-19.
Contacto: 800 916 800.
24 horas por dia, em todos os dias da semana.

GABINETE DE PSICOLOGIA DO MUNICÍPIO DE OLEIROS

O Gabinete de Psicologia do Município de Oleiros disponibiliza gratuitamente à população do concelho de Oleiros apoio psicológico clínico, contribuindo para a promoção do ajustamento psicológico, visando o seu bem-estar psicossocial.
Intervém nas seguintes áreas:

  • “Apoio ao Luto”- apoio psicológico de pessoas enlutadas em todo o concelho.
  • Apoio psicológico aos cuidadores informais;
  • Apoio psicológico a utentes das IPSS´s do Concelho (Santa Casa da Misericórdia de Oleiros, Santa Casa da Misericórdia de Álvaro, Centro Social de São João do Sobral e Centro Social e Paroquial do Estreito);
  • Apoio psicossocial em situações de crise, catástrofe e trauma;
  • Apoio a pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade referenciadas pelos diversos serviços sociais e de saúde.
    O apoio psicológico é prestado no Gabinete de Psicologia no Município situado no gabinete 3 do Edifício do Mercado Municipal ou no domicílio nos casos de pessoas com problemas de mobilidade.
    Localização: Edifício do Mercado Municipal, Loja 3. Município de Oleiros.
    Horário para atendimentos presenciais:
    3ª feira: 9h às 11h
    6ª feira: 14h às 15h
    Contactos:
    Município de Oleiros – 272680130
    Gabinete de Psicologia: 936377521
    servicopsicologia@cm-oleiros.pt
    (https://www.cm-oleiros.pt/conteudos/4/451/gabinete-de-psicologia )

DOCUMENTAÇÃO DE APOIO

https://www.ordemdospsicologos.pt/pt/covid19/documentos_apoio

Manual para famílias – Como lidar com o isolamento em contexto familiar

Documento da ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE – Como lidar com o stress durante o surto de COVID-19

https://www.nhs.uk/oneyou/every-mind-matters/coronavirus-covid-19-staying-at- home-tips/

https://saudemental.covid19.min-saude.pt

Autor

Tem uma adição desde que se conhece: a curiosidade. Adora viajar. E fá-lo muitas vezes, principalmente dentro da sua cabeça.