Geral

Ele e ela

Era uma vez um cavalheiro de grande porte, jeitoso e bem posto. Tinha uma vida muito pacata e
gostava de estar na paz do senhor.

Tinha como lema não me chateiem que eu também não chateio ninguém. Comida na mesa, roupa quentinha e um colinho de vez em quando era tudo quanto precisava para ser feliz.


Ela apareceu. Pequenina, linda e muito vivaça.

A paz dele desapareceu.


Ela queria companhia, queria atenção. Como miúda que é, precisa de se sentir especial.

Sempre que possível, atentava-o. Ele cedeu aos poucos.


Devagarinho começaram as brincadeiras. Aos poucos ela foi-o conquistando.

Aos poucos.


Assim como quem não quer a coisa, ele também começou a meter-se com ela.

Ela, muito feliz, foi atrás.

A relação tem altos e baixos, mas é muito intensa.

Eu torço muito pelos dois e quero que vivam felizes para todo o sempre.

Um todo o sempre em modo Tarantino, mas não deixa de ser um todo o sempre <3

Autor

Tradutora por habilitação, professora por profissão, viajante e curiosa pelo mundo por opção.