Geral

Ano lectivo novo, vida mais ou menos nova!


O início de cada ano escolar é sempre muito cansativo. Preparar tudo, sofrer por antecipação, conhecer os pais, decorar a sala e esperar pelo melhor.


Na verdade quando era apenas terça-feira à noite, na minha cabeça eu já tinha chegado a quinta. É assim.


No ano passado tive uma turma grande, este ano não, o que facilita bastante e dá para apalpar o terreno aos poucos.


No entanto já houve amuos, choros, muitos choros porque querem a mamã. Eu respondo que eu também e a minha está mais longe, mas o miúdo não quer saber. Com o mal dos outros pode ele bem! Nunca andou na escola antes, por isso claro que os primeiros dias serão quase infernais. Lembro-me que eu também aterrei na primeira classe sem ter andado na pré-escola, sempre perto dos pais e avós e de repente vi-me rodeada de pessoas que não conhecia de lado nenhum. E eu era um bicho do mato. Ainda sou, mas isso agora não interessa nada. Não foi fácil para mim e não será para ele, eu compreendo bem.


Na turma dos mais pequeninos houve choradeira a hora toda. Começou com uma menina e a meio passou para duas. Devem ter pensado no bem estar dos meus ouvidos e passaram o som para stereo! Obrigada por isso.


Lembro-me de ser miúda e adorar a parte das compras do novo material, ainda sou assim por isso revejo-me nos meus alunos que chegam excitados a mostrar tudo o que têm novo e deixo-me levar pelo entusiasmo.


Novidade não é a forma como pedem para ir à casa de banho, no inicio. Desde “Estou cheio de xixi” a “Tenho cocó”, as variações são muitas e por vezes divertidas, mas hoje ouvi uma nova: “Posso ir fazer cocó? Já está quase a sair!”

Vai com dEUS e valha-nos nosso Senhor do Coisinho!

Bom inicio de aulas a todos 🙂

Autor

Tradutora por habilitação, professora por profissão, viajante e curiosa pelo mundo por opção.